Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tangas Lésbicas

lésbicas de tanga na tanga - em busca do seu passo doble perfeito - desfiando as linhas que cosem as tangas - que nos devolvem envolvem - pingas que tingem a linha da tanga - todas as tangas são iguais - mas estas são as melhores - tangas lésbicas

Tangas Lésbicas

lésbicas de tanga na tanga - em busca do seu passo doble perfeito - desfiando as linhas que cosem as tangas - que nos devolvem envolvem - pingas que tingem a linha da tanga - todas as tangas são iguais - mas estas são as melhores - tangas lésbicas

Como evitar sair do armário

Anda para aí um ror de gente a defender o abandono do guarda-roupa, mas eu cá acho que o conforto do escurinho com cheiro a mofo é, afinal, a opção primeira entre as lésbicas portuguesas. E até posso acrescentar que uma lésbica não se assume quando:

- Se refere invariavelmente à namorada como 'a pessoa em questão';
- Continua a ir jantar a casa dos pais sozinha mesmo que já viva há três anos com a mesma piquena; ou faz questão de perguntar se pode levar uma amiga à festa de aniversário dos sobrinhos;
- Tem um quarto inteirinho montado lá em casa para a eventualidade da família ou dos amigos de visita não desconfiarem que a moça simpática com que divide o apartamento dorme na mesma cama que ela; assim também aprendem a dobrar a língua e a concordar que estão muitíssimo bem instaladas, sim senhoras, tudo decorado a gosto, etc.;
- É a única lá no trabalho que nunca tem fotografias de férias para mostrar, não vá o colega que lhe passa os telefonemas diários da namorada para a extensão dela desconfiar da 'amiga' que aparece sempre em frente aos monumentos e às quedas de água junto a praias fluviais em paragens exóticas;
- Confirma com toda a naturalidade, frente ao ginecologista, que não usa nenhum método anti-concepcional, apesar de ter quarenta e cinco anos de idade e não parecer praticante de nenhuma espécie de celibato religioso imposto ou vocacional;
- Aceita deslocar-se sozinha para os fins-de-semana ou eventos organizados pela empresa e onde estão todas as famílias de todos os empregados, menos a dela;
- Não tem fotografias do Natal ou de outras festas familiares com a namorada, mas aparece com ela e com o cão de que ambas cuidam como de um filho;
- Não desmente nem se desmancha quando lhe fazem perguntas sobre os seus namorados e até faz um genial jogo de cintura para aplicar masculinos em todas as frases em que só os femininos são verdadeiros;
- Preenche todos os documentos oficiais e responde a todos os inquéritos como se fosse solteira e nunca outra coisa lhe tivesse alguma vez passado pela cabeça;
- É incapaz de assistir a um filme sobre a temática da homossexualidade na companhia dos pais sem ir buscar dez vezes água à cozinha;
- Nunca disse à sua melhor amiga de infância que teve um fraquinho por ela na primeira classe;
- Jura a pés juntos que nunca foi discriminada, insultada ou gozada pela sua orientação sexual;
- Critica as amigas por andarem por aí com 'bandeiras', porque a sociedade nunca vai mudar e ninguém tem necessidade de saber o que ós outros' são;
- Continua a acreditar que ninguém sabe o que ela é, apesar de usar há pelo menos duas décadas camisas de homem e usar sempre um corte de cabelo 'desportivo';
- Acha que os colegas a convidam para tomar um copo com eles porque gostam de conviver com amigas desempoeiradas como ela;
- Faz economias para ir ao Gay Pride na Holanda ou em Paris, mas nunca foi ao português;
- É incapaz de pedir um quarto de casal em vez de um duplo na reserva de hotéis;
- Explica com um sorriso de orelha a orelha como 'optou' por não ter filhos, para ter a vida mais livre e como os sobrinhos são, para ela, como filhos;
- Deixa que a 'despachem' do hospital por não ser 'familiar' da namorada;
- Chega ao seu décimo ano de psicoterapia com a certeza de que passou a vida inteira a mentir, que o vício de ocultar a verdade e omitir já faz parte do seu sistema circulatório e sabe que não tem nenhuma intenção ou vontade de o corrigir.

11 comentários

Comentar post

Pág. 1/2