Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tangas Lésbicas

lésbicas de tanga na tanga - em busca do seu passo doble perfeito - desfiando as linhas que cosem as tangas - que nos devolvem envolvem - pingas que tingem a linha da tanga - todas as tangas são iguais - mas estas são as melhores - tangas lésbicas

Tangas Lésbicas

lésbicas de tanga na tanga - em busca do seu passo doble perfeito - desfiando as linhas que cosem as tangas - que nos devolvem envolvem - pingas que tingem a linha da tanga - todas as tangas são iguais - mas estas são as melhores - tangas lésbicas

com jeito vai...




(sigam a seta para a outra casa)

- Bom dia. Sabe dizer-me onde está a senhora empreiteira?
- Lá atrás, no canto da prisca.
- Prisca? Então eu pago para coleccionarem priscas no meu quintal?
- Olhe, isso não sei, que eu só venho aqui dar uma ajuda. Vá lá que já fala com ela.
- Pois vou. Senhora empreiteira?
- Hã?
- Bom dia. Vim ver como vão as obras.
- E já viu?
- Já sim. E olhe que não estou nada satisfeita. Que fazem estas beatas todas no meu quintal?
- A gente tem de fumar nalgum lado...
- E nunca ouviram falar de cinzeiros, de uma dessas latitas de tinta vazias para onde se atiram as beatas para não ficar isto tudo com ar de subúrbio da lixeira do Casal Ventoso?
- Hã?
- Mas que raio você fuma, afinal? Haxe?
- Às vezes, sim. Quer um bocadinho?
- Quero nada, que raio! Quero é ver as obras prontas, caramba.
- Se é para me falar com esses modos, vou ali e já venho.
- Vai coisa nenhuma. Diga-me mas é por que raio isto ainda está tudo de pantanas.
- Olhe, pergunte às suas amigas, que elas é que têm a culpa.
- Como assim?
- Então... É um corropio delas. Ó empreiteira isto, ó empreiteira aquilo. Uma mulher não chega para todas, não é? Claro que as suas obras vão andando como se pode.
- O quê? Está a dizer-me que vem para as obras no intervalo das visitas domiciliárias?
- A carne é fraca. Tem a certeza que não quer uma passa?
- Eu estou é passada consigo. Olhe, vá tomar um duche frio e apareça lá em casa para conversarmos com a cabeça clara.
- Ok. Duchinho tomado, sim senhora, que eu não gosto de fazer má figura. Gosta com perfume ou sem? É que algumas das suas amigas embirram um bocadinho com os cheiros...
- Era o que me faltava! Ó mulher, duche frio para ir de cabeça fresca, que eu corpo tenho que chegue lá em casa e o assunto é a empreitada, não a cama da empreiteira, ouviu?
- Hum... Eu já lá vou ter. E trato-lhe dessa má disposição.
- Irra!

12 comentários

Comentar post

Pág. 1/2