Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tangas Lésbicas

lésbicas de tanga na tanga - em busca do seu passo doble perfeito - desfiando as linhas que cosem as tangas - que nos devolvem envolvem - pingas que tingem a linha da tanga - todas as tangas são iguais - mas estas são as melhores - tangas lésbicas

Tangas Lésbicas

lésbicas de tanga na tanga - em busca do seu passo doble perfeito - desfiando as linhas que cosem as tangas - que nos devolvem envolvem - pingas que tingem a linha da tanga - todas as tangas são iguais - mas estas são as melhores - tangas lésbicas

Já a caminho do terceiro


Hoje o Tangas Lésbicas completa dois anos de actividade. E porque aqui se foram construindo ideias e temas com a ajuda de muitas pessoas, pedi a algumas que escrevessem qualquer coisa para juntar aqui.
Aqui ficam algumas das palavras enviadas a propósito:

Eu gosto do Tangas!

Mais que do Tangas, só mesmo  da inexcedível Manchinha!

Beijos pilantras da

- Samartaime  (Abracadabra)

 

Este blogue é qualquer coisa de fantástico.

Não é a só a pertinência dos temas abordados, é sobretudo a graça natural e o talento espantoso da bloguista-mor, de quem sou amiga há muitos anos.

Sem nenhum favor entendo que todo ele, textos e postais, devia ser publicado em livro.

Eu não me importo de tratar da edição, em troca de nada.

Alguém tem uma sugestão, no que toca a uma forma eficaz de se conseguirem uns patacos para pagar a tipografia?

Com dois mil euros já se faziam 500 exemplares para distribuir por todas. Se quiserem só com os textos fica por muito menos.
Beijos a todas.


- Pipi do fio dental

 

 

    Jamais poderia esquecer o modo intenso como me olhaste... como te aproximaste quando ainda nem ainda havia troca de palavras. Perante ti... e o teu silêncio pesado sentia-me como uma presa perante o seu caçador delicado e atencioso. Soubeste gerir os teus passos aveludados que te trouxeram até mim, as tuas palavras mornas que me cativaram e os olhares longos em que me sentia navegar. Soubeste camuflar a tua dita inexperiência num campo que nem nomear desejavas. Os teus gestos envolviam-me numa segurança terna e consistente. A tua prontidão para a vida que se desenhava à tua frente era como a brisa que o mar te trazia nos dias em que te permitias ser... comigo. E à tua frente, via-te ser num futuro próximo quando dos teus lábios saíam palavras meigas de um amor que jamais voltarias a sentir... por uma mulher. Porque tudo era diferente. Porque tudo tinha um outro sentido. E ouvia-te falar sem saber e conhecer os esboços dessa diferença que te afastava de mim...

   Hoje... nem me pergunto que terás tu sentido. Sorrio apenas... e admito que foi talvez uma das melhores tangas que me pregaram... que me fizeram muito feliz e infeliz ao mesmo tempo... daquelas que só acontecem mesmo... a lésbicas.

- M. (My Precious Thing)

 

Queria muito dizer qualquer coisa - algumas palavras, algumas linhas, quiçá um parágrafo inteirinho, mas fico-me por um incentivo: força, humor é o aroma mais delicioso para abordar qualquer tema, que a vida é só uma passagem!... :) E Muuuuuuuuuuuitos Parabéns!... :)

- Sotavento (Meia_Praia)


 

" (…) Duas da manhã na segunda maior cidade de Portugal, não consegue dormir… Há duas noites que sonha duas vezes com aquelas duas pessoas tão importantes na sua vida. Levantou-se e foi até ao espelho, estavam com olheiras e cabelo desalinhado, mas a inércia não permitiu que os dois braços se movessem. Emitiu dois gritinhos abafados (não fosse o Diabo tece-las e acordar os dois vizinhos de cima), foi beber dois golos de água, dirigiu-se à janela e abriu as duas portadas, respirou fundo e ficou a observar as duas árvores do jardim que dançavam ao som do vento. Não conseguiu afastar aqueles dois sentimentos tão fortes que lhe fazem tremer até as duas mãos. (…)

- Estou, estou?!?!?!? Sim….sim….???? Não, não! Tchau! Tchau!

Ficou a pensar: " Mesmo com dupla probabilidade de acertar, o telefone só nos traz vozes estranhas…". Olhou para o relógio, faltavam dois minutos para as duas, mais duas horas para os dois cafés que combinou com aquelas duas pessoas tão importantes. Tem de optar, mas não sabe viver sem as duas… (…)"

Porque o número dois é um número muito especial….

Um Abraço

Ps – Este excerto pode ser usado para fins maliciosos com a promessa de comparência do nome do autor… o meu portanto!!!!! :)

- Acid Pig (Ready To Act)


Este é, para mim, um blog de referência, pela irreverência, pela acuidade e
atrevimento dos temas tratados e, fundamentalmente, pela forma como são
(re)tratados! Sempre com um humor único!

Muitos e muitos Parabéns!

E que venham, sempre e melhores Tangas!

Com ou sem tanga ... (isto já se sabe! ...)

Chocolover (2tons)



(Hoje este post vai ser actualizado várias vezes, por isso, voltem.)


- Mas que coisa, menina...
- O que foi agora?
- Tem algum jeito isso de festejar os anos do blogue?
- Claro que tem. Não foi para isso que se inventaram os aniversários?
- Mas tinha de ser o aniversário de um blogue lésbico?
- Não tinha, tem razão. Mas já que era o dia deste, aproveitou-se a oportunidade.
- Vê-se mesmo que não tem nada melhor para festejar.
- Por acaso até tinha, mas foi o mês passado.
- O quê?
- O nosso aniversário. Mas como não lhe escrevi nenhum post a lembrá-la, a menina fez o favor de o esquecer.
- Foi por isso que gastou aquele disparate nos ramos de flores que espalhou pela casa toda?
- Foi por isso mesmo.
- Então, para a próxima, em vez de gastar o seu rico dinheirinho em disparates desses, leve-me a jantar fora, que eu gosto mais. Andei a espirrar todo o dia à conta do seu 'jardim interior'.
- Também a levei a jantar fora.
- Levou? Ai foi por isso que fomos à marisqueira?
- Foi, foi.
- Na altura também me ocorreu que podia ter uma razão especial para isso, mas nem me passou pela cabeça.
- Há muita coisa que não lhe passa pela cabeça.
- O que eu espero é que não lhe passe a si pela cabeça ir à marisqueira com as suas amigas bloguistas.
- Por que não? Não me diga que agora deu em ter ciúmes...
- Que ciúmes? É só porque hoje quero levá-la eu...

18 comentários

Comentar post